Lifting e minilifting: saiba tudo sobre o rejuvenescimento facial

Lifting e minilifting: saiba tudo sobre o rejuvenescimento facial

Image

O lifting facial tornou-se um fenômeno desde algumas décadas atrás, quando sua fama também não era das melhores, graças a pouca evolução do procedimento. Na época, pessoas famosas buscavam a cirurgia plástica como uma maneira de garantir o status, aparecerem nas revistas e programas de TV. O problema é que o resultado nem sempre era tão bom.

Na verdade, aconteciam vários efeitos negativos que acabaram gerando preconceito e desinformação ao redor dos procedimentos de lifting facial. As cirurgias trabalhavam apenas com o esticamento da pele, sem lidar com a musculatura, o que dava um aspecto exagerado e artificial, às vezes chegando ao nível do bizarro.

Porém, graças ao esforço de cientistas, especialistas e pesquisadores do mundo da cirurgia plástica, os procedimentos mudaram muito e um cirurgião ou cirurgiã antenado(a) possui técnicas específicas para diversos tipos de rosto, proporcionando ótimos resultados e garantindo a naturalidade da expressão.

Quer entender um pouco mais sobre o lifting facial? Confira abaixo!

Porque fazer um procedimento de lifting ou mini lifting facial?

A cirurgia plástica já foi muito estigmatizada por tratar de procedimentos estéticos em um contexto cirúrgico. Porém, será que a auto-estima e a sensação de bem estar com o próprio corpo não são fatores tão importantes para a saúde quanto outras áreas tratadas pela medicina?

Com o tempo, nossas expressões vão mudando. Isso é um fato natural, ocasionado por diversos fatores que alteram o envelhecimento de pessoa a pessoa. No geral, existe um processo de perda da elasticidade e firmeza da pele do rosto, ocasionada por uma diminuição na produção de colágeno que vem com a idade.

Esse efeito acompanha homens e mulheres do mundo todo. As linhas retas e angulares que embelezam o rosto jovem, começam a converter-se em bolsinhas, volumes e rugas, que imprimem no espelho a passagem do tempo em nossos corpos.

A cirurgia plástica existe para que possamos agraciar nosso amor próprio, trazendo de volta ao rosto as características da juventude, as sinuosidades de nossa face. O lifting facial e o minilifting são os procedimento mais comuns para equilibrar o conflito entre beleza e gravidade que faz nosso corpo cair.

Lifting facial: o que mudou na cirurgia com o passar do tempo?

Muita coisa mudou nas técnicas de lifting facial desde que as primeiras fotos com rostos esticados fizeram polêmica nas capas de revista dos anos 90.

Como dissemos acima, esses procedimentos não trabalhavam o rosto como um todo, ocasionando aberrações com áreas artificiais. As técnicas cirúrgicas de hoje conseguem trabalhar regiões que ficam abaixo da pele e modificam o formato de tecidos musculares - chamado sistema muscular superficial - smas - moldando de fato a estrutura do rosto para o rejuvenescimento.

Essa expertise permite que o cirurgião ou cirurgião definem o formato da face de acordo com o padrão natural de cada pessoa, previamente definido por marcações e estudo do caso. Não se trata, de forma alguma, de modificar o rosto da pessoa, mas sim de rejuvenesce-lo restaurando traços perdidos pela passagem do tipo.

Imagine só? Recuperar as formas de anos antes e encontrar no espelho uma versão muito mais madura e atualizada, com um rosto rejuvenescido. Essa é a promessa do lifting facial.

Como é o procedimento cirúrgico do lifting facial e minilifting?

O procedimento clássico de lifting facial ocorre com incisões na área ao redor da orelha, na frente e atrás, possibilitando que o(a) especialista acesse a área abaixo da pele, com espaço para cuidar do tecido muscular e retirada de excesso de pele. A depender dos resultados esperados, uma incisão pode ser feita no queixo, para elevar os traços do pescoço. Alguns homens possuem bolsas de pele que caem sobre os olhos, nesse caso, incisões podem ser feitas para retirada de pele acima do olho.

As incisões seguem as marcas naturais do rosto, possibilitando uma boa cicatrização. É assim que os traços característicos da pessoa e perdidos com a idade podem voltar, tonificando o formato do rosto.

O procedimento envolve anestesia, normalmente local e raramente geral, a escolha dependerá de consultas com o(a) médico especialista. A pele é esticada de maneira suave, de acordo com os atributos da pessoa, retirando a tensão que provoca a queda do tecido. Assim, as marcas desaparecem com resultado natural.

O procedimento de lifting facial pode durar entre 3 a 5 horas.

Uma outra opção, que pode ser indicada para pacientes na casa entre 35 e 50 anos, é o minilift.

Como o nome sugere, o mini lifting é um procedimento que tem raiz no lifting facial tradicional, mas com uma menor invasão no rosto da pessoa. O procedimento envolve apenas uma incisão na região na orelha e evita a parte de trás. Nesse caso, o tratamento da musculatura também é realizado.

A cirurgia de mini lifting pode ser ideal para pessoas com envelhecimento menos aparente. Por ser uma cirurgia menos invasiva, alguns riscos na recuperação podem ser evitados, como necrose e uma área mínima para formação de hematomas.

Pesquisas sugerem ótimos resultados em pacientes que passaram pelo procedimento de mini lifting, considerada uma técnica satisfatória e com bons resultados.

O que esperar da recuperação?

Depois do processo cirúrgico existem cuidados e procedimentos necessários para que a cicatrização ocorra sem problemas e para que os bons resultados sejam garantidos.

Drenos serão instalados, para evitar excesso de líquidos e podem ser retirados em até 24 horas depois do procedimento. Os pontos são retirados em um período de - em média - duas semanas, a depender do caso. Além disso, é recomendado um repouso de até 7 dias depois do procedimento.

É preciso evitar excesso de exposição ao sol, alimentação rica em nutrientes ligados a cicatrização, com muita proteína e vitamina C abundante.

Para o corpo, a cirurgia é uma espécie de trauma e é preciso respeitar o tempo de recuperação para que os resultados sejam totalmente benéficos para a pessoa.

Onde posso consultar especialistas no Rio de Janeiro?

O Instituto Maieve Corralo é um centro interdisciplinar, especializado em cirurgias plásticas. Contamos com uma equipe que envolve nutricionistas, fisioterapeutas, dermatologistas e muito mais! Quer um atendimento completo? Marque uma consulta!

Voltar para a listagem

Agende uma Consulta

Agendar Agora