Agende sua consulta!

Queremos te ver feliz!

Procedimentos

event details
Exérese de tumores
Exérese de tumores de pele é um procedimento cirúrgico que tem objetivos tanto estéticos, quanto relacionados à saúde.

Isso porque a cirurgia consiste em remover lesões benignas ou malignas presentes na face ou no corpo.

A médica e cirurgiã plástica, membro da SBCP, Maiéve Corralo reuniu as principais informações, trazendo as dúvidas e recomendações para quem deseja realizar a exérese de tumores de pele.


O que é exérese de tumores de pele?

Exérese de tumores de pele é a cirurgia plástica que remove total ou parcialmente lesões benignas ou malignas na pele, com o objetivo de trazer uma melhor estética para o corpo do paciente ou preveni-lo de complicações, assim como fazer um diagnóstico.

As lesões são causadas pelo crescimento anormal das células e podem ser dos seguintes tipos:

- Lesões benignas: são causadas pelo crescimento lento e de forma limitada das células no corpo e não têm a capacidade de invadirem outros tecidos.

Outra característica é que elas não possuem o risco de se desenvolver e se transformar em câncer.

Algumas das lesões benignas são: nevos, siringomas, quelóides, lipomas, cistos, leiomiomas, neuromas, hemangiomas, entre outras.


- Lesões malignas: também conhecidas como câncer, são causadas pelo crescimento rápido e fora do controle das células no corpo, se espalhando pelo organismo e invadindo outros tecidos, criando então tumores em outros locais.

Algumas das lesões malignas são: carcinoma basocelular (CBC) – caracterizado por uma mancha avermelhada, descamativa, com ou sem ulcerações ou nodular, com bordos perolados que persiste por mais de 3 semanas, carcinoma epidermóide ou espinocelular (CEC) – caracterizado por um nódulo avermelhado, ou mancha descamativa, podem ou não ser pigmentados ou ulcerados; e melanoma – caracterizado por uma pinta escura, com bordos irregulares, com crescimento, múltiplos tons, assimetrica na forma.

O melanoma é o mais grave, podendo em alguns casos, ser letal.

Quanto mais rápido for descoberto o tumor, melhores são os tratamentos e recuperação do paciente, evitando também que as metástases sejam espalhadas pelo corpo.

Devido à alta eficácia, a cirurgia usualmente é considerada a primeira opção de tratamento.


Como é feita a exérese de tumores de pele?

A exérese de tumores de pele é uma técnica feita em sistema ambulatorial e conta com anestesia local.

O procedimento consiste em fazer uma incisão em torno da lesão, para removê-la e, então é fechada com pontos.

Quando se trata de lesão maligna, é removida também a pele que está em volta dela, chamada de margem de segurança. 

As lesões sempre devem ser enviadas para anatomia patológica a fim de confirmar o diagnóstico e verificar se a lesão foi retirada com margem suficiente.

Após 7-21 dias, os pontos podem ser retirados dependendo da localização.

 
Para quem é indicado o procedimento?

O procedimento é indicado para as pessoas que apresentam algum tipo de lesão na pele e que precisam do tratamento cirúrgico para a sua remoção. 

A recomendação é tanto para fins estéticos, quanto para fins de saúde, como é o caso da prevenção do câncer.

No caso de o paciente apresentar a doença cancerígena, a remoção completa com margem confirmada pela biópsia é usualmente o único tratamento requerido, por isto a importância da remoção o mais breve possível de qualquer lesão suspeita, com surgimento recente ou mudança na forma e tamanho.

A contraindicação é para pacientes com doença clínica descontrolada.

Cada caso deve ser avalizado individualmente pelo profissional, que irá indicar o melhor procedimento.


Quanto tempo leva a cirurgia?

O tempo de duração da cirurgia dependerá de qual tipo de lesão está sendo removida, que será informado pelo profissional em uma consulta de avaliação.


Quais são os pré-requisitos necessários para a cirurgia?

Alguns cuidados e recomendações são feitas aos pacientes que irão passar por este procedimento:

- Fazer os exames necessários;
- Fazer uso dos medicamentos indicados;
- Na véspera da cirurgia, apostar numa alimentação leve.

Como funciona a recuperação do paciente?

A recuperação do paciente vai variar de acordo com o tipo de lesão que foi removida.

Para uma melhor cicatrização, é recomendado seguir as orientações do profissional e tomar os seguintes cuidados:

- Fazer repouso;
- Utilizar protetor solar na cicatriz;
- Hidratar a região;
- Usar cosméticos para suavizar a cicatrização.


A cirurgia deixa cicatriz?

Sim, pois todo procedimento cirúrgico deixa marcas.

O tamanho e localização vão variar de acordo com o tipo de lesão e de incisão, mas seguindo as recomendações para uma boa recuperação, a cicatriz tende a ficar mais suave.


Prevenção ao câncer

O câncer de pele é muito incidente no Brasil, por isso a prevenção desde cedo é o melhor caminho para não contrair essa doença. 

Os cuidados que se deve ter são:

- Não se expor por muito tempo ao sol;

- Evitar a exposição solar entre 10 e 15 horas;

- Usar protetor solar;

- Usar boné ou chapéu e óculos escuro;

- Fazer consultas periodicamente com um dermatologista.

 
Quem procurar para a realização do exérese de tumores de pele?

Tenha sempre atenção a quem contratar quando for realizar o exérese de tumores de pele.

O ideal é buscar por um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) ou um dermatologista membro da Sociedade de Dermatologia (SBD).

Procure saber também sobre indicações de quem já fez a cirurgia e sobre a reputação do profissional.


Agora que você entendeu como funciona o exérese de tumores de pele, agende uma consulta para conhecer nossa clínica.

Publicado por:

Dra. Maiéve Corralo

Cirurgia Plástica

Graduada na Faculdade Federal de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, e cirurgia geral no Hospital Federal da Lagoa e cirurgia plástica no Hospital Federal dos Servidores do Estado no Rio de Janeiro.

SINTA-SE LINDA!

Valorize seu amor maior... você!